Centro Latino-Americano de Pesquisa Stanislavski - Stanislávski Mitos e Verdades

Stanislávski Mitos e Verdades

Inauguração do Centro Latino Americano de Pesquisa Stanislávski (CLAPS) com a palestra Mitos e Verdades, por Elena Vássina. A inauguração do Centro Latino Americano de Pesquisa Stanislávski (CLAPS) com a palestra Mitos e Verdades, por Elena Vássina, contou também com o lançamento do ciclo de encontros intitulado “Chá com Stanislávski” que trará pesquisadores e criadores cênicos para partilharem suas pesquisas e realizações acerca de Konstantin Stanislávski (1863-1938), seus parceiros, colaboradores e continuadores. Elena Vássina, em sua palestra, falou da sua relação de colaboração com o Teatro Escola Macunaíma.
A inauguração do Centro Latino Americano de Pesquisa Stanislávski (CLAPS) com a palestra Mitos e Verdades, por Elena Vássina, contou também com o lançamento do ciclo de encontros intitulado “Chá com Stanislávski” que trará pesquisadores e criadores cênicos para partilharem suas pesquisas e realizações acerca de Konstantin Stanislávski (1863-1938), seus parceiros, colaboradores e continuadores. Elena Vássina, em sua palestra, falou da sua relação de colaboração com o Teatro Escola Macunaíma e, em especial, sua amizade com Nissim Castiel, diretor da Escola por trinta anos (1980-2010). Descreveu em como o Teatro Escola Macunaíma se tornou uma ponte entre o Brasil e a Escola Teatral de Pedagogia Russa. Foi através da orientação de  Elena Vássina e o suporte de Nissim Castiel que pedagogos e diretores teatrais russos vieram para o Brasil para ministrar cursos e dar palestras para os professores e alunos do Teatro Escola. Desta parceria entre Nissim Castiel e Elena Vássina nasceu a ideia do CLAPS. Elena Vássina, inicialmente, trouxe aspectos da trajetória de Konstantin Stanislávski, sua formação familiar, sua estreia no palco aos quatro anos, sua vivência no teatro amador e de como se tornou bem conhecido na vida teatral de Moscou. Falou também da criação do Teatro de Arte de Moscou (TAM), em 1898, do seu encontro com Anton Tchékhov e das lendárias encenações do TAM que trouxeram para o teatro um novo tipo de linguagem cênica. Ao entrar no tema “Mitos e Verdades” desmistificou a ideia de encarar Stanislávski, apenas como um encenador naturalista e relatou experiências do mestre russo no teatro simbolista, bem como suas incursões na Commedia Dell´Arte e na ópera. Falou também do ator e encenador Stanislávski que passou a se interessar cada vez mais por pedagogia teatral, sendo que este movimento contínuo culminou com a criação de seu Sistema de formação para atores. Elena também desmistificou a ideia de que o Sistema Stanislávski estaria ligado apenas ao teatro psicológico e trouxe algumas das etapas de experimentação de Stanislávski na descoberta das leis criativas do trabalho do ator, não subordinado apenas a um tipo definido de estética. Elena relatou também sobre de como o infarto sofrido por Stanislávski, em 1928,  o impossibilitou de trabalhar como ator e o incentivou a recomeçar a escrever, com o objetivo de legar para as próximas gerações o que descobriu - a busca da criação da vida do espírito humano no palco. Elena Vássina é pesquisadora russa com doutorado e pós-doutorado pelo Instituto Estatal de Pesquisa da Arte de Moscou. Autora de múltiplos ensaios dedicados à análise da linguagem artística do teatro do século XX e à história do teatro russo. Organizadora e autora dos livros Tipologia do simbolismo nas culturas russa e ocidental (2005), Teatro russo: literatura e espetáculo (2011), Stanislávski: vida, obra e Sistema (2015), entre outros. Atualmente trabalha como professora do Programa de Pós-Graduação em Literatura e Cultura Russa da USP.